Atividade da semana: Musicais

Musica: And I Am Telling You I’m Not Going - Jennifer Hudson e Jennifer Holliday

Musical: DreamGirls

~Performance de Justin e Lucca

Justin: Entro no palco pouco iluminado, e logo em seguida a banda começa a tocar. No palco não tinha nada de especial, era apanas eu e a banda com seus instrumentos. Levo o microfone que carregava na mão até a boca e começo a cantar. - And I am telling you, I’m not going - Canto bem pausadamente, minha voz era forte e em um tom grave. Olhava para os outros integrantes ali, me observando. Estava muito nervoso, nunca tinha cantado nada parecido com “And I Am Telling You I’m Not Going” cantar essa musica precisava ter uma super voz e atingir notas muito altas, não sabia se iria conseguir. Olho para Gene e o olhar dela me transmite confiança, sorrio pra ela e continua a cantar. - You’re the best man I’ll ever know, There’s no way I can ever go - Ainda continuo cantando bem lentamente, queria deixar a emoção mais pro final, quando estivesse cantando com Lucca. Continuava nervoso, mas estava me soltando mais em relação a musica, precisava confiar em mim para me sair bem. - No, no, no, no way I’m living without you, I’m not living without you, I don’t wanna be free - Comecei a me empolgar, eu cantava com emoção… A letra dessa musica era linda e me fazia lembrar do meu amigo, amigo que foi a causa disso tudo, de eu estar nessa cidade. Sinto falta dele. - I’m staying, I’m staying, And you, and you, You’re gonna love me - Quando eu cantava “I’m staying” e batia meu pé direito no chão e com a mão esquerda eu apontava para baixo, dizendo que eu ficaria. Já na hora do “And you” eu apontei para a platéia e logo em seguida coloquei minha mão no “coração”. - oohh ooh mm mm - Comecei o “oh” lentamente e depois fui aumentando a nota, não foi uma nota muito alta, estava guardando essa pro final. - You’re gonna love me - Olho para a platéia, eles esperavam que eu terminasse de cantar. Então eu falo: - Eu quero chamar uma pessoa para terminar de cantar comigo essa musica. - Aponto para uma das laterais do palco. - Essa pessoa é meu amigo Lucca. 

Lucca: Estava atrás das cortinas, nos bastidores esperando a minha vez de entrar. Justin tinha entrado, as luzes do auditório então o perseguia. O brilho da noite seria ele. Ele começa então a cantar, estava feliz em vê como ele tinha evoluído na canção, em cada verso. Era bem difícil para homens cantar essa música, mas abaixando um pouquinho o tom dava pra aguentar. Então a ultima frase fora soada. E ele então me chamou para entrar. Entro, as luzes apagaram, vindo somente uma em minha direção. Os aplausos então eclodiram, era minha vez. Sorri para ele, dizendo em mente “Desculpa ai, eu roubei seu momento …”. Então comecei com uma voz suave, com tom rouco, imitando a primeira cantora e atriz que interpretou essa canção, Jennifer Holliday. - And I am telling you I’m not going - A rouquidão da minha voz, nessa parte deixou a canção mais dramática. Adentrei enquanto a luz me seguia, indo em direção do meio do palco, para ficar ao lado de Justin. - Even though the rough times are showing - Sorri para o pessoal do Glee club. Subi meio tom com a voz. - There’s just no way, there’s no way - Fiz um sinal de negação com a mão. Na segunda, eu dei uma subida no tom mais uma vez, ainda não estava totalmente sufocado pela altura da música, era um desafio. - We’re part of the same place, We’re part of the same time. - Fazia caras e bocas, segurando o microfone, comecei a cantar de um modo rápido, alto mais sem desafinação. - We both share the same blood - Olhei fixamente para Megan, o que me deixou um pouco sem jeito, logo me recuperando em seguida. Seguindo o ritmo da parte anterior. - We both have the same mind… - Apontei para minha cabeça. - And time… Dei uma subida rápida no tom, era preciso, mas depois descendo para continuar a canção, a interpretação era algum muito forte nessa música. - and time we’ve had so… - Forcei uma subida, estava subindo tons com vigor, nunca tinha cantado desse jeito. - much to share - Nem respirei já estava cantando a próxima parte. - No, no, no, no, no, no way - Subindo gradativamente o tom a cada “no” dado, ficando cada vez mais alto. O que era de se desesperar, mas estava tranquilo enquanto ao tom. Respirando um pouco apressadamente - I’m not waking up tomorrow morning - Já estava tão empolgado com a canção, que essa parte eu fiz brincando. Empurrando Justin, que parecia tremer. - And finding that there’s nobody there. - Levantei a mão no final da frase, dando importância ao “There” ficando uns 13 segundos, cantando essa parte.

Justin e Lucca: Depois que Lucca cantou a parte dele, me posicionei na frente do garoto, levo o microfone na boa e ele faz o mesmo. Começamos a cantar juntos. - And darling there’s no way, No, no, no, no way Im living without you - Cantamos juntos, não em um tom muito alto. Estávamos nos divertindo cantando juntos. Lucca era incrível. Olhei pra ele e cantei sozinho. - Im not living without you, - Me curvo pra frente, alcançando um nota bastante alta no “you” Lucca também começa a cantar o “you” alcançando uma nota bastante alta também.

Justin: Depois da parte que cantamos juntos vou mais para a frente do palco e começo a cantar sozinho. - Please don’t go away from me, Stay with me, stay with me - Cantei com a mão esquerda no peito e fui me inclinando um pouco para a frente, bati meu pé no chão duas vezes seguidas. Eu não conseguia ficar parado no meu lugar, então caminhei até a outra extremidade do palco, cantando. - You stay, stay and hold me, I… stay stay and hold me, Oh whoa, please stay and hold me, Be some man, Try mister, try mister, I know, I know, I know you care, whoa - Alcancei uma nota alta no “whoa”. Isso me deu confiança pra continuar. Olho pro Lucca enquanto ele começava a cantar. 

Lucca: Estava impressionado como Justin estava interpretando a canção, sorri. Quando ele olhou para mim. Eu soube que aquela era minha hora de continuar. A banda estava tocando a canção, numa batida do gênero Show tune, naquela batida que deixa qualquer duelo, ou mesmo apresentação de músicas feitas para o próprio musical melhores, deixando a galera na loucura. Posicionei o microfone perto da boca. - Tear… - Dei um grito, olhando pro povo, fechando minha mão para que a banda parasse por um instante. - … down the mountain – Cantei mais calmamente. A banda já voltara fazer aquela batida de antes. - Yell scream and shout – Comecei gritando novamente no inicio, balancei muito as mãos, estava interpretando como já disse anteriormente, eu tinha entrado no personagem. - You can say what you want I’m not walking out Stop all the rivers Push, strike and kill I’m not gonna leave you There’s no way I will – Continuei cantando, só que agora eu caminhava pelo palco, rodeei Justin, Até que chegou na parte de “I will” na qual eu parei, e aumentei muito o tom, ficando uns segundos, não tanto. - And I am telling you I’m not going… - Respirei um pouquinho, pra começar essa frase. Então já era a hora. No “And I am” fiquei uns 10 segundos, no “telling you”dei uma forçada, não forçando muito. Usando o ultimo ar que havia nos pulmões, dando mais importância a palavra ‘You’. Me curvei um pouco. Terminando a frase. 

Justin: Aproximo o microfone na boa e canto em um tom de voz bastante alto. - You’re the best man I’ll ever know, There’s no way I could ever, ever go - Olho pro Lucca e começamos a cantar juntos dai em diante.

Justin e Lucca: No, no, no, no way, No, no, no, no way Im living without you, Oh, Im not living without you, not living without you - Cantamos juntos, na hora do “not living without you” revesamos, cada um cantou uma vez, ambos alcançando notas magnificas no “You”. Antes de terminar de cantar meu “living without you” Lucca entrou cantando a próxima parte da musica. - I dont wanna be free - Ele cantou e abaixou o microfone, eu levei o meu na boca e cantei. - Im staying - Agora foi a vez dele. -  Im staying - Fiquei do lado dele e nós dois apontamos para a platéia. - And you, and you, and you - Viramos um para a frente do outro. - You’re gonna love me - Continuamos a cantar juntos. - You’re gonna love me, yes you are - Olho pro Lucca, ele sorrio pra mim, me transmitiu confiança, sabia que essa era a parte mais difícil da musica. Vamos revesar a parte do “oh” eu comecei primeiro. - Ooh ooh ooh love me - Comecei lentamente fui aumentando cada vez mais a nota, tirando quase todo o ar do meu pulmão, mas não parei, estava em uma nota muito alta, e parei. Respirei enquanto Lucca começava. - ooh ooh ooh love me - Ele começou igual eu, foi aumentado de vagar, o palco parecia que ia estremecer com a voz do garoto. Ele tinha uma voz bastante poderosa. Depois que cantou ele me olho e levei meu microfone na boca. - Love me - Cantei - Love me - Cantou Lucca. - Love me - Eu novamente. - Love me - Lucca novamente. - You’re gonna love me - Cantamos juntos em uma nota bastante alta, eu parei de cantar antes de Lucca, fiquei sem folego, mas ele continuou firme. Comecei a aplaudi-lho enquanto ele terminava de cantar. Olho pra ele e digo: - Você foi incrível. - Ele agradece e diz que eu tinha sido incrível também. Sorri e nos dois saímos do palco. 

Shared Dec 01 with 4 notes
# atividades




  1. justinfinkle posted this